quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Eu, elas e o pilates

Há uns meses resolvi começar a fazer pilates. Principalmente pelas dores nas costas e, pela sensação boa de relaxamento que me proporciona.
O que eu não estava à espera, era ser a mais nova do grupo. 40 anos tenho eu. Elas têm todas 60 para cima. A mais velha, 95 anos feitos em Outubro!  A brigada do reumático, pensei eu. Enganei-me! Reumatismo tenho eu, comparada com elas. A flexibilidade e agilidade daquelas senhoras deixa-me boquiaberta! Fazem pilates há seculos e não querem outra coisa.
Encontrei ali um grupo alegre, simpático e de bem com a vida. E em forma. Física e psicologicamente, que isto da mente tem muito que se lhe diga.
Devo dizer que após quase 3 meses, estou muito melhor das dores nas costas. Praticamente não as tenho. E a verdade é que ter um grupo assim, cheio de genica e alegria, faz me pensar que estou no bom caminho e que encontrei uma modalidade que tem tudo haver comigo.


1 comentário:

  1. Já experimentei e n gostei muito. O meu grupo era mais jovem. A senhora com mais idade já possuia algumas limitações, bem como outra com peso acima do normal.

    ResponderEliminar