quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Mini me

Hoje fui "chamada à atenção" pela educadora da minha filha, por ontem ter perguntado à auxiliar se uma certa menina, estava mais calma e já não andava aos pontapés e encontrões à minha mini me. À minha e a todos os outros que apanha pela frente.
Fiquei ligeiramente indignada com a abordagem como se, não fosse legítimo eu perguntar. Não será a primeira nem a última vez que irei querer saber pela boca de quem está todos os dias com a minha mini me, em que pé está essa situação.
Mas pelos vistos, há quem não ache.
Temos pena. Agora, ainda fizeram pior.




2 comentários: